Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Índios retornam para aldeia de origem

Grupo foi recebido com festa pela tribo Kaigang.

Publicada em: 18/04/2017 às 16:35

No dia 11 de abril, em reunião na Sede do Governo Municipal,tratativas foram realizadas a fim de realocar o grupo indígena que há muitos anos mora nos entornos da Rodoviária Municipal. Tendo em vista a preocupação da atual administração com questões como segurança e saúde concluiu-se que neste momento o retorno dos índios para Aldeia Faxinal da etnia Kaigang seria a melhor alternativa. Desta forma,  acompanhados do Presidente do Conselho Étnico Racial, Sr. Alexandre Cézar e com apoio do membro do Conselho, Valdemi Reis, o grupo retornou na tarde de ontem (17) para aldeia localizada na cidade de Cândido de Abreu, onde foram recebidos com festa.

 

 

 

Na reunião, estiveram presentes o Prefeito Marcelo Puppi, e vice, Maurício Rivabem, Secretário de Assistência Social, Tiago Maister e servidores da Secretaria, Secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Eduardo Fernandes, Secretário de Governo, Jean Torres, Dra. Jocinéia Zanardini, Procuradora da Advocacia Geral do Município, Roseli Terezinha de Oliveira, representando o Setor de Vigilância em Saúde, Edson Batista de Góes, membro e coordenador do Conselho Tutelar, Sr. Alexandre Cézar, Presidente do Conselho Étnico Racial, Valdemi Reis, membro do Conselho, Comandante da Guarda Municipal de Campo Largo, Marcos Leitão, representantes do Centro de Apoio de Direitos Humanos, Ana Beatriz Paraná Mariano e Eliane Terezinha Rossetin, e representantes das Áreas das Comunidades Indígenas do Ministério Público Estadual, Sr. João Serpa – Coordenador Técnico Local da FUNAI Curitiba, e Sr. Edívio Battistelli – servidor da CTL Curitiba.

 

 

 

 

O Prefeito Marcelo Puppi falou sobre a necessidade de assistência ao grupo, salientando sua importância cultural. Um dos representantes da FUNAI, Sr. Edívio Battistelli, ressaltou que eles normalmente são tratados mal e explanou sobre a dificuldade de inserção nas cidades. Battistelli falou ainda quanto a necessidade de se elaborar políticas nacionais que preservem e promovam os direitos, o que deverá ser impulsionado pelos municípios e parabenizou o poder municipal pela iniciativa da reunião. O Secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Eduardo Fernandes, disponibilizou-se a estudar a viabilidade de acolhimento a grupos indígenas em Campo Largo. Havendo então essa possibilidade, um projeto deverá ser elaborado para aprovação dos gestores públicos.

 

Notícias na mesma categoria

Conselho da Mulher alerta para Setembro Amarelo
Nota Oficial
Mudanças no Código Tributário garantem o futuro de Campo Largo
Semana Nacional do Trânsito tem série de ações em Campo Largo
Prefeitura chama donos de bares e casas noturnas para conversar