Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Maio continua com bandeira vermelha na tarifa de energia

Valor arrecadado é totalmente repassado à CCEE

Publicada em: 02/05/2017 às 14:38

Maio mantém a bandeira tarifária vermelha, em seu primeiro patamar, nas faturas de energia elétrica de todos os consumidores ligados ao SIN – Sistema Interligado Nacional. A bandeira vermelha já havia sido acionada em abril, depois de treze meses com bandeira verde ou amarela. A bandeira vermelha resulta em adicional de R$3,00 a cada 100 kWh (quilowatts hora) consumidos. Somando os impostos, o aumento real é de R$4,59 a cada 100 kWh. A cobrança é proporcional aos dias de consumo de cada consumidor, de acordo com a data de leitura. A Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL é a responsável pelo sistema de bandeiras tarifárias, que sinaliza se as condições para geração de energia estão ou não favoráveis.

 

 

A bandeira vermelha é acionada quando as condições de geração de energia estão críticas, levando ao acionamento de termelétricas - que tem custo de produção mais elevado. O valor cobrado pelo adicional das bandeiras tarifárias também é definido pela ANEEL, e sobre ele incidem ICMS, Pasep e Cofins. Como o sistema é interligado, o custo é distribuído entre todos os consumidores. Os valores arrecadados com o adicional das bandeiras tarifárias são totalmente repassados à CCEE – Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, órgão vinculado ao Ministério de Minas e Energia. Nenhuma parte do valor fica com as concessionárias.

 

 

O sistema de bandeiras tarifárias existe desde 2015 e tem o objetivo de sinalizar aos consumidores sobre o custo real da geração de energia. Se as condições estão favoráveis, ou seja, se há pouca ou nenhuma necessidade de geração de energia por termelétricas, a bandeira é verde (sem nenhuma cobrança adicional). Se a necessidade de acionamento das termelétricas aumenta um pouco a bandeira muda para amarela – com adicional de R$2,00 (mais impostos) a cada 100 kWh consumidos. Se esta necessidade aumenta ainda mais é acionada a bandeira vermelha, que tem dois patamares de cobranças que variam de R$3,00 a R$3,50 (mais impostos) a cada 100 kWh consumidos.

 

 

Fonte: Departamento de Comunicação – COCEL

Notícias na mesma categoria

Cocel informa: Avenida Dom Rodrigo mais iluminada
COCEL INFORMA SOBRE DESLIGAMENTOS PROGRAMADOS
Cocel finaliza projeto pioneiro no uso de religadores automáticos, que resultou em grandes melhorias na qualidade do fornecimento de energia
UTILIDADE PÚBLICA: COCEL INFORMA SOBRE DESLIGAMENTOS PROGRAMADOS
Prefeitura informa funcionamento dos serviços municipais no feriado de Sete de Setembro