Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Teatro patrocinado pela Cocel faz sucesso entre alunos da rede municipal

Projetos de apoio à cultura e educação voltaram a receber o apoio da Companhia Campolarguense de Energia em 2017.

Publicada em: 09/10/2017 às 09:49

O mês de outubro começou com uma programação especial para mais de 1200 alunos de escolas municipais de Campo Largo. Nos dias 03 e 04 foram realizadas sete apresentações do teatro Le Pifolé, que com muita música e bom humor conta a história de um tocador de pífano – flauta transversal feita à mão, de timbre intenso e agudo. Várias canções, instrumentos e ritmos fazem parte do espetáculo – produzido pela Parabolé Educação e Cultura e patrocinado pela Companhia Campolarguense de Energia – COCEL.

 

 

 

Projetos de apoio à cultura e educação voltaram a receber o apoio da Cocel em 2017. De acordo com o presidente da Companhia, José Arlindo Lemos Chemin, a Cocel está voltando a assumir seu papel social e se reaproximando dos campolarguenses. Além do Le Pifolé, a Companhia apoia o Tempo de Temperar Arte (TETEAR) – projeto que oferece oficinas no contra turno escolar. O TETEAR tem como objetivo central contribuir para a formação cultural de crianças e jovens de famílias de baixa renda, favorecendo sua autoestima e motivando novas formas de inclusão social.

 

 

“Temos a oportunidade de contribuir positivamente para a formação de nossos jovens e acreditamos que além de distribuir energia com qualidade podemos deixar um grande legado para a cultura de Campo Largo” – completa Chemin. O apoio da Cocel e ao Le Pifolé e ao TETEAR é realizado através de incentivo fiscal – o imposto que seria pago ao Governo do Estado é utilizado no financiamento de projetos culturais através do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura – PROFICE.

 

 

 

Le Pifolé é o nome da banda que formada para divulgar a sonoridade do pífano e difundir o uso deste instrumento milenar – feito originalmente de bambu. No espetáculo o repertório de canções mescla regionalismos, cultura popular de origem rural e urbana. A mistura de ritmos e temáticas proporciona que o público amplie o contato com padrões musicais diversificados.

 

 

Alunos de 33 escolas municipais assistiram as apresentações, realizadas no barracão da Igreja Presbiteriana do Itaqui. Cultura, diversão e aprendizado para os jovens e também para os professores – que elogiaram a qualidade da produção. Antes das apresentações o mascote “Cocelzinho” deu dicas sobre o uso inteligente da energia elétrica ao público.

 

 

 

 

 

Teatro “Tecidos que contam” encerrou I Encontro de Educação Infantil

 

Durante toda a segunda-feira, 02, professores da rede municipal participaram do I Encontro de Educação Infantil: Era uma vez... a magia da leitura na educação infantil. O final do evento foi marcado pela apresentação do monólogo “Tecidos que contam”. O espetáculo apresentado para cerca de mil educadores foi patrocinado pela Cocel, e coroou o dia de aprendizado com a apresentação de histórias que emocionaram.

 

 

TEXTO: Assessoria Companhia Campolarguense de Energia – Cocel

FOTOS: Lucas Rachinski

 

 

 

 

 

Notícias na mesma categoria

Mostra de Artes reúne trabalhos feitos pelos alunos do artista plástico Toto Lopes
Inscrições do processo seletivo para os cursos do IFPR são homologadas
Campo Largo é representado em Congresso na Colômbia
Vestibular de Pedagogia e Letras da UEPG/UAB acontece domingo (22)
Vestibular de Pedagogia e Letras da UEPG/UAB acontece domingo (22)