Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Conferência Municipal de Cultura discute propostas para o Plano Municipal de cultura

Confira!

Publicada em: 09/10/2017 às 16:32

Realizada no último sábado (07), pela Secretaria Adjunta da Cultura, a 5ª Conferência Municipal de Cultura de Campo Largo, com o tema “Plano Municipal de Cultura", debateu as propostas para a elaboração do Plano Municipal de Cultura, que serão, agora, analisadas pelo Conselho Municipal da Cultura para serem encaminhadas ao Poder Executivo, como sugestão para a elaboração de leis para fomentar a Cultura no Município.

Na Conferência, os participantes discutiram e debateram as propostas de políticas públicas de Cultura: desafios, diretrizes, prioridades, metas e ações para o Plano Municipal de Cultura de Campo Largo para os próximos 10 anos (2017-2027). Participaram da Conferência, membros do Conselho Municipal de Política Cultural de Campo Largo, Sociedade Civil, representantes do Poder Público Municipal e Estadual e da fundação Cultural de Curitiba.

O evento

A Secretária Adjunta da Cultura, Lindamir Ivanoski, apresentou as razões da Conferência, que contou com a colaboração da sociedade civil e do poder público. Pontuou a necessidade do debate e do diálogo na redação do Plano Municipal de Cultura e da realização das metas e sobre as dificuldades encontradas na realização das ações traçadas no plano de políticas públicas. Falou da organicidade do Plano Municipal, vivo, documento ímpar na vida cultural e institucional do município.

O prefeito Marcelo Puppi fez um resumo histórico do local onde a conferência foi realizada, onde funcionou o Tribunal do Juri, falou da sua administração e do momento quer o Município atravessa. Destacou os progressos em vários setores, e destacou a Cocel, cujo Plano de Recuperação, aprovado pela Aneel, está permitindo economia de milhões, para o Município. Disse isso para lembrar que a Cocel é responsável pelo incentivo e apoio de mais de 70 eventos culturais no Município, e que do Orçamento para Cultura, de cerca de R$ 1,7 milhão, sobra pouco mais de R$5 mil, para investimento.

Em outro momento do seu discurso, o prefeito lembrou que é preciso privilegiar a Cultura, porque se não o fizermos, não ire4mos a lugar nenhum. Disse, ainda, que deveremos viver numa cidade cultural, e lembrou que “nós passamos, mas a Cultura fica”.

Além do prefeito Marcelo Puppi, estiveram presentes: Benedito Izidoro Diniz, da Secretaria de Estado de Cultura; Elton Luiz Barz, da Fundação Cultural de Curitiba; Pedro Gonçalves, presidente do Fórum de Cultura de Curitiba e Região Metropolitana; Joel Batista, presidente do Conselho Municipal de Política Cultural; Jean Torres, Secretário de Comunicação, Cultura e Relações Institucionais; Emerson Marchiori, representante do Vereador Clairton Alemão, Elisabete Gomes Damaceno, vereadora e Lindamir Ivanoski, Secretária Adjunta da Cultura.

Notícias na mesma categoria

Mostra de Artes reúne trabalhos feitos pelos alunos do artista plástico Toto Lopes
Inscrições do processo seletivo para os cursos do IFPR são homologadas
Campo Largo é representado em Congresso na Colômbia
Vestibular de Pedagogia e Letras da UEPG/UAB acontece domingo (22)
Vestibular de Pedagogia e Letras da UEPG/UAB acontece domingo (22)