Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Tradicional Festa da Padroeira de Campo Largo nesta sexta-feira

Confira!

Publicada em: 01/02/2018 às 15:48

Na manhã desta sexta-feira (02), será realizado Ato Cívico, celebrada Missa Festiva e bênção das Velas, em frente à Matriz, na Praça Atílio de Almeida Barbosa. O tradicional evento cívico-religioso marca o dia da Padroeira de Campo Largo, Nossa Senhora da Piedade. Na programação, será celebrada a Missa, às 7h30min., e às 9h30min., o Ato Cívico, com a presença de autoridades e a participação da Banda de Músicas da Polícia Militar do Paraná. A Missa Festiva será presidida pelo Arcebispo de Curitiba, Dom José Antonio Peruzzo.

 

Após a solenidade na Praça, será servido o almoço com churrasco, no Centro de Eventos João Paulo II, a partir das 11h30min., e a partir das 14 horas, será realizado o Festival de Prêmios. A festa será encerrada com Missa de Ação de Graças, às 18 horas, na Matriz

 

A história

O dia dois de fevereiro, sexta-feira, é feriado municipal em Campo Largo. Nesta data celebra-se a Festa da Padroeira da cidade, Nossa Senhora da Piedade. A comemoração é cívico/religiosa, e se confunde com a história da fundação de Campo Largo, município de forte espírito religioso observado desde os primeiros povoadores, em meados do século XVI.

 

Um dos primeiros cidadãos a habitar esta terra – então Sesmaria, foi o português Coronel Antônio Luiz, conhecido como “Tigre”. Ele residia na Fazenda Nossa Senhora da Conceição do Tamanduá, onde construiu, em 1709, uma Capela consagrada a Nossa Senhora da Conceição, sendo a primeira Igreja na vasta região dos Campos Gerais.

 

Com o falecimento do Coronel “Tigre”, a sesmaria começou a pertencer a diversas pessoas, entre as quais o Capitão João Antônio da Costa, que residia em Curitiba. Ele doou parte de sua propriedade para pessoas que desejassem se instalar na região e que cuidassem dessas terras. A doação das terras foi feita, simbolicamente, a Nossa Senhora da Piedade.

 

Em 1816 o Capitão João Antônio da Costa mandou vir da Bahia, uma imagem de Nossa Senhora da Piedade, que ficou em um pequeno oratório na casa do Tenente Joaquim Lopes Cascais, dono da primeira casa da vila que viria a ser Campo Largo. No mesmo ano, o Bispo Dom Matheos Pereira de Abreu autorizou a construção da Primeira Igreja, tendo como Padroeira Nossa Senhora da Piedade, pela Portaria de 20 de dezembro de 1816, conforme a solicitação do Tenente Joaquim Lopes Cascais e dos habitantes do local.

 

Mas somente em 1821 é que se deu início à construção da Primeira Igreja. A construção era no estilo colonial. As paredes de pedras ligadas e cobertas com grossa argamassa de cal e areia mediam quase um metro de espessura. Essas obras foram executadas pelo Capitão Gerônymo José Vieira, sob a administração do Capitão João Antônio da Costa e do Padre José Joaquim Ribeiro da Silva.

 

A Igreja foi inaugurada no dia 02 de fevereiro de 1826, com a transladação da Imagem da Padroeira, Nossa Senhora da Piedade, da casa do Tenente Joaquim Lopes Cascais até à Igreja. Começou aí a festa religiosa, com procissão com a imagem da santa, que se repete todos os anos, no mesmo dia.

 

 

Notícias na mesma categoria

Emancipação de Campo Largo é comemorada com festa e realizações
Campo Largo comemora 147º aniversário de Emancipação Política
Campo Largo é o único município do Paraná entre as Cidades Resilientes
Consumidor mirim visita a Cocel
Camerata da UTFPR fará apresentação inédita no aniversário de Campo Largo