Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Orientações sobre a Síndrome Mão-Pé-Boca

Conheça a síndrome que acomete crianças e saiba como preveni-la e tratá-la

Publicada em: 06/04/2018 às 15:21

Atualmente, o município apresenta números gradativos de notificações de casos da Síndrome MÃO-PÉ-BOCA. Trata-se de uma virose, altamente contagiosa, causada pelo vírus 'Coxsakie', da família dos enterovírus que normalmente habitam o sistema digestivo, podendo causar estomatites (aftas na boca ou mucosa oral).

Embora possa surgir em adultos, é uma doença bem comum na infância, principalmente em crianças até 5 anos.

 

São sinais característicos da doença:

 

- Febre alta em dias que antecedem o aparecimento das lesões;

- Lesões na região da boca, pé e mão. Ou em apenas 1 ou 2 desses locais. Podem surgir nas nádegas e região genital.

A época chuvosa pode fortalecer o vírus e, com isso, aumentar os casos. Por isso, devemos ter os seguintes cuidados:

- Deixe seu filho em casa, em repouso, enquanto durar a infecção;

- O contágio pode ocorrer por contato direto. Por isso, devemos higienizar brinquedos, móveis e outros objetos utilizados pela criança. Não deixe que crianças compartilhem chupetas, mamadeiras, talheres e copos com outras pessoas.

A transmissão também acontece através de gotículas de tosse ou espirro (de pessoas contaminadas), por secreções das lesões das mãos e dos pés e por via fecal oral. Por essa razão, oriente as crianças a lavar bem as mãos após ir ao banheiro e tenha cuidado ao trocar a fralda do bebê, higienizando bem suas mãos.

O período de incubação da doença oscila entre 1 e 7 dias. Em alguns casos, os sintomas podem ser confundidos por resfriados comuns. Em outros, surgem as lesões no corpo, seguidas de mal-estar, falta de apetite, vômitos e diarreia. As aftas provocam dor, fazendo a criança evitar qualquer tipo de alimentação. É importante insistir na ingesta de líquidos, alimentos pastosos e deixá-la em repouso. Tenha o cuidado de utilizar medicamentos apenas prescritos pelo médico.

Caso apresente alguns dos sintomas citados, procure atendimento médico.

Notícias na mesma categoria

Campo Largo formaliza com universidades contratos Organizativos de Ação Pública Ensino/Saúde
Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo será realizada em Agosto
Nota de Esclarecimento
NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE O DESCREDENCIAMENTO DE UNIDADES DE SAÚDE DO MUNICÍPIO
Expresso Saúde estará nesta quinta feira dia 12 de julho de 2018