Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Campo Largo entrega documento à governadora pedindo redução no preço do gás

O gás natural, fornecido às indústrias do Paraná, é mais caro do que em Santa Catarina, e a diferença no preço desse insumo encarece a louça e a porcelana do nosso Estado

Publicada em: 04/06/2018 às 17:21

Empresários do ramo cerâmico de Campo Largo, juntamente com o prefeito Marcelo Puppi, o vice, Maurício Rivabem, e os deputados Pedro Lupion e Alexandre Curi, foram recebidos pela governadora do Paraná, Cida Borghetti, na tarde de terça-feira (29), e a ela entregaram um documento no qual colocam a situação atual de preços do gás natural, fornecido às indústrias locais.

Eles destacam que as empresas sediadas em Santa Catarina pagam quase 40% a menos no gás, do que as instaladas no Paraná - e isso torna o produto paranaense menos competitivo.

A diferença nos preços do gás, nos dois estados, vem sendo observada há mais de dois anos, e tem causado grandes prejuízos às indústrias de Campo Largo, que têm no gás natural um dos seus mais importantes insumos. Toda a louça, cerâmica e porcelana produzida no nosso Município são queimadas em fornos modernos, que utilizam o gás como combustível. Os empresários informaram que se a situação não mudar, corre-se o risco iminente de fechar as indústrias com a perda de milhares de postos de trabalho no Município.

A governadora mostrou-se sensível ao problema e garantiu que vai se reunir com os secretários das pastas envolvidas, e com a Diretoria da Compagás, para buscar uma solução.

Notícias na mesma categoria

Começam as obras de pavimentaçãodas principais ruas do Jardim Rivabem
Prefeitura de Campo Largo repudia matéria sensacionalista de jornal local
Deputado Diego Garcia visita Campo Largo com recursos de R$ 100 mil para a Saúde
Prefeitura de Campo Largo restabelece a verdade em caso de morte no Interior
Região do Ferraria recebe atenção especial da Administração Municipal