Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Secretaria de Educação e Esporte e Igreja Presbiteriana do Itaqui finalizam 1ª etapa do Projeto "Escola e Família, Princípios para uma Família Feliz"

"A Família é a primeira escola das virtudes sociais de que a sociedade tem necessidade"

Publicada em: 15/06/2018 às 15:56

Na noite desta quinta-feira (14), foi realizado na Câmara de Vereadores de Campo Largo o encerramento da 1ª etapa do Projeto Escola e Família, Princípios para uma Família Feliz, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e Esporte e a Igreja Presbiteriana do Itaqui.

O Projeto foi desenvolvido com o intuito de fortalecer os vínculos familiares, já em destituição na atual sociedade, pensando na saúde emocional dos alunos campo-larguenses, no futuro dos mesmos, com os encontros semanais realizados entre pais, professores e lideranças religiosas. No total, 10 encontros foram desenvolvidos, abrindo um espaço para depoimentos, trocas de experiências, como inserir a Fé no cotidiano e a importância desta ação para a vida da família, almejando melhores relacionamentos e compreensão familiar, na busca do integral desenvolvimento das  crianças e adolescentes.

 

Objetivo e Retorno

 

O trabalho todo foi realizado no coletivo, pela coordenação da Formação do Pastor Sérgio Kariya, que buscou pontuar a importância da participação dos profissionais da Educação no desenvolvimento das crianças. "Os professores são, muitas vezes, o alicerce das crianças; são o complemento da família e este aprendizado agregará ainda mais a maneira de integarir com os alunos e também no ambiente familiar, pois, muitos, antes de serem educadores, são pais", destacou o Pastor.

A secretária de Educação e Esporte de Campo Largo, Dorotéa Stoco, ressaltou sobre o poder de influência que os educadores têm sobre os alunos e como podem usar desta ferramenta semeando o bem e a harmonia, observando a conjuntura familiar de cada criança e saber como motivá-la para uma vida próspera e saudável.

O projeto analisou, de perto, a diferença entre o trabalho humanizado e o trabalho automático, bem como a humanização do aprendizado faz a diferença e abre possibilidades de diálogos e diagnósticos de comportamentos distintos, percebendo, assim, a influência e o impacto que a educação e o afeto trazem na vida das crianças, de forma positiva.

Notícias na mesma categoria

Recesso Escolar na Rede Municipal de Ensino e CMEI's será de 20 a 27 de julho
Alunos das escolas Pedro Kaminski e José Alexandre Sávio fazem visita à Prefeitura de Campo Largo
Educação reúne APMFs e Conselho Escolar de escolas municipais e CMEIs
Em razão do jogo da Seleção Brasileira escolas não funcionam nesta sexta-feira
Solenidade na Escola Padre Anchieta marca final da entrega de uniformes e japonas